Straits Videos

Loading...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Mais de 40 anos de História





JETHRO TULL

Existem momentos que não se esqueçem. Ao longo dos anos tive oportunidade de assistir a bons espectáculos dados por algumas das melhores bandas á escala planetária:
Dire Straits, Pink Floyd, Simple Minds, Supertramp, Dream Theater, U2, The Police, Metallica, Iron Maiden, entre outros. Todas as noites me deixaram boas recordações, todas as bandas mencionadas corresponderam ás minhas expectativas e algumas delas vi mais do que uma vez, mas, o concerto que mais me marcou foi o dos Jethro Tull em 2000 no Pavilhão Atlântico. Foi uma noite soberba, que gostava de poder repetir. Recordo-me do ambiente da sala e de muitas das canções do alinhamento do Espectáculo. "Songs from the wood", "Nothing is easy", "A Thousand mothers", "Budapest", "Jack in the Green", "Locomotive Breath", entre outras. O Concerto teve o seu momento alto durante a aparição de "Thick as Brick" com Ian Anderson a ironizar sobre a longevidade da canção:

"Vamos tocar uma canção nova que escrevi no ínicio dos anos 70 e que se chama "Thick as a Brick."

Foi especial, diferente de tudo o resto a que já assisti noutros espectáculos principalmente por se tratar de uma peça carregada de carisma. Os Tull resumiram um disco de 40 minutos numa interpretação com apenas 9.
Por diversas vezes olhei para o aspecto da sala e para as faces plenas de felicidade, quarentões e cinquentões felizes por poderem assistir pela primeira vez a um concerto da banda no nosso pais, foi uma viagem no tempo. Será dificil a algum artista ou banda igualar o patamar que os Tull atingiram nessa noite.

Este ano a banda continua as comemorarações dos 40 anos de carreira, numa digressão que estou em crer não irá passar por Portugal. Para trás ficaram dezenas de albuns editados, Centenas de canções, milhares de concertos e algumas dezenas de músicos. O mérito cabe ao génio da flauta - IAN ANDERSON - um tipo teimoso que continua a manter acessa a chama do Rock Progressivo fazendo recordar a onda dos discos conceptuais. Ian tornou-se num mito desde muito cedo e mais de 40 anos depois continua a fazer coisas fantásticas.
Resta-me aguardar por uma nova data para Portugal na esperança de poder assistir novamente ao melhor cruzamento jamais feito entre o Folk, o Rock e o Jazz.

Jethro Tull - Discos mais marcantes
This Was
Aqualung
Thick as a Brick
A Passion play
Too old to Rock´´roll: Too young to die
Minstrel in Gallery
War Child
Heavy Horses
Bursting Out - Live
Rock Island
Living with the past



Sem comentários:

Enviar um comentário