Straits Videos

Loading...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

aLCHEMY em DVD 26 anos depois do LP





Tardou mas chegou. Finalmente a edição de "Alchemy dIRE sTRAITS live" em dvd teve lançamento mundial no passado dia 10 de Maio. Fui buscar o meu exemplar no dia logo a seguir e na mega loja deparei-me com um cenário "sTRAIT" montado em volta do LCD que em alto som passava o concerto na integra. Por momentos ficou a sensação de que os sTRAITS tinham acabado de lançar um novo disco. aLCHEMY, o discos dos discos, o meu preferido desde sempre, foi gravado em July de 83 na mitica sala Londrina "Hammersmith Odeon" sendo editado em formato de lp duplo a 12 de Março de 1984 e posteriormente em video formato VHS. Foi o meu primeiro disco em vínil, adquirido em 1988, comprado através do Circulo de Leitores e um ano depois recebi como presente de Natal a versão VHS do video do concerto. Guardo cuidadosamente estes registos que considero serem a par do EP "Twisting by the pool" que está fora de circulação comercial, os mais importantes que possuo.

.

A edição limitada de "aLCHEMY" é composta pelos 2 cd´s com os registos audio do concerto , claro, para além do dvd que apesenta como bónus, 2 actuações ao vivo, uma de "Tunnel Of Love" e outra de "Sultans of Swing", e ainda um documentário gravado para a BBC por alturas de 1980 quando os Straits gravavam o 3º disco de originais "Making Movies". No documentário pode-se assistir a depoimentos do line-up original da banda (irmãos Knopfler, John Illsley e Pick Withers), a imagens da banda a ensair e ainda a actuações ao vivo de "Down to the Waterline", "Once upon a time in the west", "Solid Rock" ou "Do you thing you´re going". No final do referido documentário pode ler-se em legenda sobre o abondono do guitarrista ritmo David Knopfler.

.

Um Mito

.

"aLCHEMY" é a fronteira na história dos Straits, atrás de si ficaram os 4 primeiros discos de originais "Dire Straits" de 78,"Communiqué" de 79 , "Making Movies" de 80 e "Love Over Gold" de 82 e à sua frente um disco colossal, "Brothers in arms" de 85 e no inicio da década de 90 "On every street" e "On the night" também ele um registo ao vivo.Depois disso - O FIM. Acredito que parte do seu carisma resulta do aperfeiçoamento permanente de que as canções foram alvo desde as suas edições nos discos originais, "Sultans" por exemplo e "Once upon a time in the West", quando tocadas ao vivo foram vendo as suas estruturas sendo alteradas através da inclusão dos solos fantásticos de Knopfler, canções de 5´passaram a ter 8´ou 10´, às vezes mais e isso sempre foi uma das coisas que mais admirei na banda, o equilibrio entre o estúdio e o palco.

Na noite de 12 de Julho de 83 os dIRE sTRAITS fizeram um disco fantástico, o som do palco é o som do disco, nada de "overdubs", canções fantásticas, com arranjos fantásticos,tocadas por músicos competentes,que 26 anos depois da sua edição continuam a encher o ego dos grandes admiradores de música.

"aLCHEMY dIRE sTRAITS live" é um mito.
.
Once upon a time in the West - 79
Expresso Love - 80
Romeo and Juliet - 80
Love over gold - 82
disponivel apenas em cd
Private Investigations - 82
Sultans of Swing
Two Young Lovers - 82
Tunnel Of Love - 80
Telegraph road - 82
Solid Rock - 80
Going Home - Local Hero 82
Knopfler
Illsley
Alan
Terry
Hal
Mel Collins
Joop de Korte
Tommy Mandel

1 comentário:

  1. como vai Sergio,passei aki no teu blog e fiquei fa.Sou brasileiro e gostei muito dos assuntos abordados em teu blog,musica,teatro e literatura.Meu email para contato é :ari.lophius@gmail.com ou www.abutresonoros.blogspot.com

    ari koyott

    ResponderEliminar