Straits Videos

Loading...

terça-feira, 13 de julho de 2010

13 de Julho de 1985 - 25 anos depois...

LIVE AID
O dia em que a música mudou o mundo.
.

Faz hoje 25 anos desde a realização do celebre concerto Live Aid, um concerto de beneficiência no combate à fome no continente Africano, que juntou as principais bandas e artistas do Mundo.
Há 25 anos, neste dia, estive pregado à tv à espera da entrada em cena dos Dire Straits. Fiquei a conhecer os Cars, os Simple Minds, os The Who, George Thorogood, Pretenders entre muitos outros. Famoso ficou o ping pong entre o Estádio do Wembley em Londres e o palco montado num estádio de baseball em Filadélfia, com ambos os públicos a verem algumas actuações via ecran gigante. Foi sem dúvida um dia muito especial para todos os amantes da música.
O dia 13 de Julho ficou baptizado como sendo o "Dia Mundial da Música".
.
Os Straits fizeram uma parceria com Sting em Money for nothing, tocando de seguida a fantástica versão de Sultans of Swing que os acompanhava na Brothers in Arms World Tour.
Na memória ficaram também as actuações de Freddie Mercury e de Bono Vox numa fase em que os U2 se davam a conhecer à escala planetária com Bad. Foi incrivel. Sempre li que os Queen tinham sido os reis da festa. Radio Gaga, Hammer to fall, Crazy little... enfim, histórico.
Na memória ficou também a prestação do maluco Pete Thowshend dos The Who e já agora do colega vocalista Roger Daltrey na interpretação de won´t ´get folled again.
De Filadelfia os Simple Minds mostraram-se ao mundo através de Don´t you forget about me e Ghostdancing e as suas vidas nunca mais foram as mesmas. Jim pediu para cantar mais uma mas o organizador Bob Geldof não permitiu.
Pelo palco passaram os Ultravox, David Bowie, Sting, Phil Collins, Albert Collins, Neil Young, Status Quo, Duran Duran , Nik Kershaw, Paul Young, Santana e muitos outros. Phil Colinns actuou em Londres e mais tarde apareceu no palco de Filadélfia, sendo unico que actuou nos 2 palcos.
Ausentes estiveram os Pink Floyd que por essas alturas já tinham formalizado a ruptura.
.
Anos depois o DVD surgiu nas prateleiras das grandes lojas, dando a recordar ou a conhecer momentos marcantes na história dos fans das bandas, das bandas e de milhares de homens, mulheres e crianças no continente africano.
.
É imposivel esquecer o dia 13 de Julho de 1985, o dia em que pela primeira vez vi algumas das minhas bandas preferidas nos dias de hoje a actuar ao vivo. Foi fantástico.

Sem comentários:

Enviar um comentário