Straits Videos

Loading...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Carvalho vr Bento

Ricardo Carvalho deu uma de vaca sagrada e abandonou o estágio da Selecção Nacional de Futebol já na contagem decrescente do importantissímo jogo contra o Chipre. Tal atitude deveu-se ao facto do "ex-jogador" da selecção se ter apercebido que iria ser preterido em favor de Pepe no 11 inicial para o referido jogo. Amuou e de beicinho pegou num carro e saiu dos planos da equipa técnica Nacional, para sempre. Digo para sempre porque não me acredito que enquanto houver alguem dentro da Federação que esteja na actual estrutura, que a este jogador uma chance para vestir a camisola Nacional, começando pelo Paulo que neste tipo de situações costuma ter mão de aço.


O treinador reagiu, quanto a mim bem, denominando-o de "desertor", palavra que subescrevo e o jogador respondeu dizendo que o Paulo deveria se preocupar com o jogo e não em falar sobre ele. Então, e o Carvalho antes de fazer beicinho e ir embora não deveria ter pensado na estabilidade dos colegas? Revelou-se para alêm de mau profissional também um mau colega.


Depois, reagiu dizendo que se ele era um desertor, então o treinador seria um mercenário pelo facto de ser remunerado e não estar só por "amor e paixão", palavras utilizadas por ele para descrever o seu sentimento pela equipa das quinas, dando a entender que ele Carvalho não tinha compensações financeiras. O menino do beicinho devia ter vergonha, tendo em conta que desde 2003 já limpou mais de 900.000 (prémios e presenças em convocatórias), valor que a esmagadora maioria dos Portugueses não ganha ao longo de uma vida.


Este acaba por ser um caso de puro egoismo, caracteristica que é inerente a muitos e muitos futebolistas. De certeza que o Carvalho já entrou como titular após uma semana treinando menos que o rival directo pela posição. Isso faz parte, são as injustiças do futebol, mas por vezes o plano de jogo exige que assim seja.


No ínicio desta pequena novela ainda disse:


"Bem, não pode ser só isto, não pode ser só o facto de ir ser suplente..."


Depois, com as declarações do Carvalho percebi que afinal tudo não passava de um capricho de uma primadona metida a vaca sagrada que resolveu ignorar o principio básico de que o técnico é quem faz a equipa.


Tal como Mourinho um dia disse o Carvalho tem mesmo que ir fazer um teste de QI.


.


.


.


.


Nota: Este meu blogue é destinado à música, mas abri aqui uma pequenina excepção para opinar sobre a birra do Carvalho. Não me levem a mal, mas num pais onde existem maos comentadores que jogadores e técnicos mais um para comentar não atrapalha.


Sem comentários:

Enviar um comentário