Straits Videos

Loading...

terça-feira, 1 de maio de 2012

O REGRESSO DOS UHF


AO NORTE CHEGOU

A chegada de um disco dos UHF é sempre motivo de celebração. Hoje, adquiri o meu exemplar do duplo Unplugged acabadinho de nascer. As versões light das canções dos UHF agrupadas num album a que chamaram “ao norte” chegaram ao sul no dia 1 de Maio, um dia depois da edição nacional . Com o disco um passe para um concerto a realizar em Almada no próximo dia 30 de Junho, precisamente um dia depois da noite no Parque dos Poetas onde estarei para ver o Sting. Um cenário perfeito.

Porquê? Entre dois discos ao vivo, um eléctrico meio acústico, que resultou igualmente em cd, mas também em dvd e agora este “ao norte” totalmente acústico, um formato sonoro ao qual os UHF sempre recorreram, por isso este disco não é uma novidade total.

Todos os discos são formados por momentos, uns mais especiais que outros e eu não posso deixar de destacar a presença nesta set list de Voo para a Venezuela, De um homem só (incrivelmente um B Side), De Carrocel, Concerto e Velhos tamborins (do primeiro disco a solo de amr).  Para mim, que não estive em Fafe são as grandes novidades, são para ouvir até cair.

“Ao norte” acaba por revelar a face serena e melodiosa de uma banda de rock eléctrico, confirma a capacidade surpreendente da voz do seu líder e materializa o regresso dos teclados à banda. Marca uma etapa que se quer passageira mas que traduz a estabilidade de uma formação que se tornou cúmplice e se prolonga no tempo. Os UHF são uma banda (acho que entendem o que quero dizer).

Na verdade e como é normal trocaria algumas destas canções por outras, por exemplo retiraria o elo mais fraco “Na tua cama” e colocaria a parceira de disco original “ Intimo”, mas respeito estas opções e afirmo o meu orgulho em mais esta etapa.
No dia 30 de Junho lá estarei para celebrar estas canções, este disco, esta etapa na nossa banda. Tenho esse compromisso com a família e com a nação.

António Corte Real, Nando, Ivan, AMR e Nuno:
Para vocês rapazes que trabalharam neste projecto ambicioso os meus mais sinceros parabéns e agradecimentos. Este é o disco que vai caminhar comigo nos próximos tempos.



Dança Comigo / Rua do Carmo / Matas-me com o teu olhar / Viver para te ver / Voo para a Venezuela / Concerto / De um homem só / Barcos ao mar / Não me deixes ficar aqui / Brincar no fogo / Na tua cama / Toca-me / De carrossel / Jorge Morreu / Menina / Quando / Cavalos / Vejam bem / Velhos tamborins / Por três minutos na vida.


Saudações


Sérgio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário