Straits Videos

Loading...

quarta-feira, 20 de julho de 2011

UHF - A BANDA MÍTICA

No passado Sábado dia 16 de Julho saiu o 4º volume da colecção editada pelo jornal Correio da Manhã. Como não podia deixar de ser adquiri o cd dos UHF, 10 canções de culto ás quais se juntou um livro recheado de histórias, revelações sobre a banda e o passado do Rock feito em Portugal. Todos deviam ler, todos os que ouvem música Portuguesa para perceberem o peso que a malta de Almada teve no final da década de 70 e principio dos anos 80. As canções são um simples apanhado do material que os UHF lançaram nesse periodo, canções fantásticas e com peso na discografia do grupo. Mais uma vez pena foi que os discos "Personna non grata" e "Ares e bares de fronteira" tenham ficado de fora dum alinhamento que se quis saudosista. O disco começa como se começou a fazer a história, ao som de "Jorge Morreu", segue com o single "Cavalos", percorre um pouco de "À flôr da pele", tem uma passagem pelo mini lp "Estou de passagem" e regressa "à pele" terminando com "(vivo) na fronteira" canção que "Eternamente" se encarregou de fazer sair do baú das raridades, pois até então estava escondida no lado b do single "Rua do Carmo".



A saber:






JORGE MORREU



CAVALOS DE CORRIDA



RUA DO CARMO



RAPAZ CALEIDOSCÓPIO



MODELO FOTOGRÁFICO



CONCERTO



ESTOU DE PASSAGEM



NOITES LISBOETAS



GERALDINE



(VIVO) NA FRONTEIRA




Algumas passagem do livro sobre os UHF




"A primeira vez que senti que queria ser músico devia ter uns 14 anos. Tinha descoberto o Alvin Lee...Nas fotos ele aparecia com uam Gibson e eu decidi fazer uma guitarra igual à dele." - AMR




"Cheguei a ter uma banda que foi convidada para um par de bailes...essa banda tinha um guitarrista, que eu detestava, só queria tocar coisas brasileiras. Então tinhamos que tocar cinco sambas até eu poder cantar Rolling Stones e depois tocavamos mais cinco sambas.." - AMR




"O Peres ouvia punk , o Renato os Genesis, e eu aquele mistura esplosiva (Stones, Doors, Zeca) - AMR




"Assembleia geral para tratrar do assunto (deixar o nome À flôr da pele), num café: os músicos e os amigos discutiram uma lista de centenas de nomes. E, numa altura em que as iniciais estavam na moda (EDP, CP, MFA...) ficou UHF." - AMR




"Em Almada, respirava-se música, apesar da falta de condições. A incrivel Almadense era uma sala de baile e nós levamos lá o Rock". - Renato Gomes




"Nunca percebi a piada de dizer..."Good evening Guarda, we are from Santarem". - AMR




"Não gosto de forçar a escrita de uma canção: ela vem comigo quando chega o tempo certo. Posso estar semanas ou meses sem escrever nada e depois saiem dez ou 20 de seguida". AMR




"Os Cavalos nasceram na Capela, na Torre da Marinha, numa pausa dum ensaio em que o Renato não parou; António Manuel ouviu então uma malha e disse: "Repate lá isso!"; minutos depois começava a escrever a letra e o resto da canção.




A primeira actuação dos UHF foi na discoteca Brown´s nas traseiras da avenida de Roma, na primeira parte dos Aqui d´el Rock.




Para a promoção de Jorge Morreu tinham sido os próprios UHF a comprar exemplares para os oferecer na rádio...




"Uma~das primeiras actuações dos Xutos foi feita com material dos UHF para quem os Xutos faziam a primeira parte:




Continua
















Sem comentários:

Enviar um comentário